Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/1240
Tipo: Artigo de Periódico
Título: Spatial variability of soil physical and chemical aspects in a Brazil nut tree stand in the Brazilian Amazon
Título(s) alternativo(s): Variabilidade espacial dos aspectos físicos e químicos do solo em um estande de castanheira na Amazônia brasileira
Autor(es): Guerreiro, Quêzia Leandro de Moura
Oliveira Júnior, Raimundo Cosme de
Santos, Gérson Rodrigues dos
Ruivo, Maria de Lourdes Pinheiro
Beldini, Troy Patrick
Carvalho, Eduardo Jorge Maklouf
Silva, Katia Emidio da
Guedes, Marcelino Carneiro
Santos, Paulo Roberto Brasil
Resumo: A castanha-do-brasil é considerada uma das árvores mais nobres do bioma Amazônia e contém ecossistemas e importância econômica para esta região. O estudo da variância espacial das propriedades edáficas em árvores nativas podem direcionar pesquisas futuras sobre amostragens mais eficientes. A geostatística é a metodologia utilizada para este tipo de estudo, uma vez que considera as características estruturais e aleatórias de uma variável espacialmente distribuída. Este trabalho buscou obter um maior conhecimento sobre a distribuição dos nutrientes no solo, verificando a relação com a ocorrência desta espécie, desse modo, fornecer subsídios para o futuro manejo florestal e manutenção / ampliação do produtividade nessas áreas. As amostras de solo foram coletadas a partir de 30 × 30 m na linha, em todas as linhas em parte do estudo, totalizando 60 amostras. Todos os pontos foram georreferenciados. A preparação do amostras para o preparo da amostra para a análise química e os métodos e cálculos para determinação das variáveis ​​físico-químicas estudadas foram descritos por Nogueira e Souza (2005). As análises estatística e geoestatística foram realizadas no ambiente computacional R, versão 3.2.2. A maioria das variáveis ​​estudadas apresentou nível definido. Para as variáveis ​​físicas, houve predomínio do ajuste ao modelo do variograma gaussiano, seguidor pelo modelo esférico. No caso das variáveis ​​químicas, houve duas ocorrências para cada modelo de ajuste (esférico, exponencial e gaussiano). As variáveis ​​que melhor apresentaram relação espacial com o ocorrência de árvores de castanha do Brasil foram o lodo, argila, macroporosidade, pH, fósforo, zinco e cobre.
Abstract: The Brazil nut is considered one of the noblest trees of the Amazon biome and contains social, ecologic and economic importance to this region. The study of the spatial variance of the edaphic properties in native nut trees can direct future researches about more efficient samplings. The Geostatistics is the methodology utilized for this type of study, once that it considers the structural and random characteristics of a variable spatially distributed. This work sought to get a higher knowledge about the distribution of the nutrients in the soil, verifying the relationship with the occurrence of this species, to thereby provide subsidies to future forest management and maintenance/enlargement of the productivity in these areas. The soil samples were collected from 30 × 30 m on the line, in all of the lines in part of the study, totaling 60 samples. All of the points were georeferenced. The preparation of the samples for the sample preparation for the chemical analysis and the methods and calculations to determine the physicochemical variables studied were described by Nogueira and Souza (2005). The statistical and geostatistical analysis were conducted using the R computational environment, version 3.2.2. Most of the studied variables presented defined level. For the physical variables, there was predominance of the adjustment to the model of the gaussian variogram, follower by the spherical model. In the case of the chemical variables, there were two occurrences for each adjustment model (spherical, exponential and gaussian). The variables that best presented spatial relation with the occurrence of Brazil nut trees were the silt, clay, macroporosity, pH, phosphorus, zinc and copper.
Palavras-chave: Geostatistics
Brazil nut
soil
physical properties
chemical properties
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: eng
País: Brasil
Editor: Museu Paraense Emilio Goeldi
Sigla da Instituição: MPEG
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/1240
Data do documento: 3-Jan-2017
Aparece nas coleções:Ciências da Terra e Ecologia - Artigos Publicados em Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Spatial variability of soil physical and chemical aspects in a Brazil nut tree stand in the Brazilian Amazon.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.