Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/mgoeldi/883
Tipo: Article
Título: Abundância relativa e riqueza de espécies de aranhas (Arachnida, Araneae) em clareiras originadas da exploração de petróleo na bacia do rio Urucu (Coari, Amazonas, Brasil)
Autor(es): Dias, Sidclay Calaça
Bonaldo, Alexandre Bragio
Abstract: São investigadas diferenças na abundância relativa e na riqueza de espécies de aranhas em clareiras artificiais com variados níveis de regeneração em Porto Urucu, Coari, Amazonas, Brasil. Foram empregadas três metodologias de coleta complementares, que resultaram na captura de 3.786 indivíduos adultos, identificados em 623 espécies, pertencentes a 39 famílias. O presente trabalho foi o que mais acumulou espécies entre todos os artigos publicados com inventários da fauna de aranhas na região neotropical, apesar de 55% da amostragem terem sido compostos por organismos raros. O algoritmo mais acurado para a presente base de dados, ACE, estimou uma riqueza de 924 espécies. A rarefação feita para cada uma das 33 clareiras amostradas destacou um grupo com poucas espécies acumuladas (40 a 43) e um grupo com riqueza de espécies significativamente maior (98 a 100) do que as clareiras restantes, apesar das diferenças de número de exemplares e número de espécies entre clareiras não terem sido estatisticamente significativas, indicando que o número de espécies registrado é uma função direta do número de exemplares obtido em cada ponto. Isto sugere que o uso efetivo de dados sobre número de espécies e exemplares de aranhas na avaliação da regeneração de florestas tropicais depende de um esforço amostral muito maior do que o que foi até agora empregado em inventários estruturados destes animais na Amazônia brasileira.
Palavras-chave: Diversidade ambiental
Inventário estruturado
Curvas de riqueza
Rarefação
Amazônia
Editor: Museu Paraense Emilio Goeldi
Citação: DIAS, Sidclay Calaça; BONALDO, Alexandre Bragio. Abundância relativa e riqueza de espécies de aranhas (Arachnida, Araneae) em clareiras originadas da exploração de petróleo na bacia do rio Urucu (Coari, Amazonas, Brasil). Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Nat., Belém, v. 7, n. 2, p. 123-152, maio-ago. 2012
URI: http://repositorio.museu-goeldi.br/handle/123456789/883
Data do documento: Mai-2012
Aparece nas coleções:Zoologia - Artigos Publicados em Periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
B MPEG C Nat 7(2) 2012 Dias.PDF657,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.